Novena a São Judas Tadeu I

Primeiro Dia

São Judas, poderoso nas curas

São Judas acompanhou a Jesus pelas aldeias de Israel e foi testemunha de seu poder de cura.

Talvez viu Jesus curar os dez leprosos, curar a uma mulher sofrendo hemorragias, ressuscitar aos mortos.

Quando o pobre cego gritou, "Jesus, Filho de David! Tende compaixão de mim", São Judas provavelmente ouviu a Jesus dizer: "Recobra tua vista. Tua fé te curou."

São Judas foi um dos discípulos a quem Jesus "deu poder e autoridade. e os enviou a proclamar o Reino de Deus e a curar."

Os enviou de dois em dois, e eles ficaram admirados porque "expulsava a muitos espíritos maus e curava a numerosos enfermos com uma unção de azeite." (Mc 6:13)

Talvez duvidemos que Deus queira o melhor para nós.

Pode ser que às vezes pensemos que nosso sofrimento e a enfermidade são um castigo de Deus por nossos pecados.

Nós ouvimos como Jesus trabalhava incansavelmente para curar aos enfermos.

Quando Jesus curou ao homem que nasceu cego, explicou, "Esta incapacidade não é por haver pecado ele ou seus pais, senão para que a obra de Deus se manifeste nele." (Jm 9:3)

São Judas entendeu que o desejo do Senhor era curar a gente.

Depois da ascensão de Jesus, São Judas e os outros apóstolos "saíram a pregar por todas partes com a ajuda do Senhor, o qual confirmava sua mensagem com sinais milagrosos que os acompanhavam." (Mc 16:18)

As palavras de Jesus durante a última cena se cumpriram em São Judas: "Lhes asseguro que a pessoa que creia em mim fará também as obras que eu faço, e fará outras, todavia maiores." (Jm 12:14)

Oração:São Judas, vós fostes testemunha do poder curador de nosso Senhor, Jesus.

Vós vistes sua compaixão pelos enfermos e moribundos.

Vós mesmos tocaste aos enfermos, compartilhaste as dores dos aflitos, e animaste aos desconsolados.

Vós recebestes a autoridade e o poder de Jesus para fazer maravilhas, curar aos incuráveis, e restaurar aos incapacitados.

Pedimos-te que intercedas ante nosso irmão, Jesus, para que envie sua graça para curar aos enfermos e aflitos, para levantar aos espíritos caídos, e para infundir esperança aos corações desesperados. Amém.

Compromisso: Prometo que de alguma maneira levarei a boa nova do amor de Deus a uma pessoa enferma.

Segundo Dia

São Judas, apóstolo de Oração

Jesus ensinou a São Judas como rezar e como orar com uma fé que pode trasladar montanhas.

Sua oração foi inspirada pelas palavras de Jesus:

"Peçam, e Deus lhes dará; busquem, e encontrarão; chamem a porta, e se lhes abrirá." (Lc 11:9-10)

Às vezes pensamos que Deus nos tem abandonado o que nossas orações não foram escutadas. São Judas, ao contrario, orava com a confiança inculcada pelo ensinamento de Jesus:

"Vejam como crescem as flores; não trabalham nem fiam. Sem dúvida, nem sequer o rei Salomão, com todo seu luxo, se vestia como uma delas.

Quanto mais Deus fará de vestir a vocês!.Pelo tanto, não andem aflitos .Teu Pai já sabe o que necessitam.

Ponham sua atenção no reino de Deus, e receberam também estas outras coisas." (Lc 12:22-31)

Ainda que não entendamos totalmente os caminhos de Deus, nos colocamos em sus mãos com muita confiança, como Jesus mesmo o fez.

São Judas esteve com Jesus à noite em que o Senhor orou no horto. Ali, em sua agonia de oração, Jesus ensinou a seus apóstolos como rezar:

"Pai,se é possível, livrai-me deste trago amargo, mas que não se faça o que eu queira senão o que vós queiras." (Mt 26:39)

Quando somos insistentes, mas confiados em nossa oração, permitimos que nossa oração transforme nossas vidas.

Abrimos nossos corações ao espírito de Deus, aceitando os desafios que Deus nos envia e generosamente comprometendo-nos a imitar a Jesus.

São Judas entendeu as palavras do Senhor: "Nem todos os que me dizem: 'Senhor, Senhor,' entrarão no reino de Deus, senão somente os que fazem a vontade de meu Pai." (Mt 7:21)

Oração:

São Judas, por meio de oração adoravas Deus pelas obras maravilhosas de Jesus. Pediste a Deus a força para enfrentar os retos de tu apostolado.

Puseste tua confiança na misericórdia de Deus, crendo firmemente que Deus te amava e entendia tuas penas e alegrias, teus sonhos e medos, teus triunfos e fracassos. Compreendeste que nada é impossível para Deus.

Pedimos-te que ores por nós diante do Altíssimo para que nos leve com sua força, entendamos sua vontade para nós, e com muita confiança nos coloquemos em sus mãos amorosas. Amém.

Compromisso: Me comprometo de novo a orar com mais confiança para que sempre se faça à vontade de Deus em mim.

Terceiro Dia

São Judas, Paciente no sofrimento

Como os demais apóstolos, São Judas sofreu um martírio por seu compromisso de levar a cabo a missão de nosso Senhor, Jesus Cristo.

Aceitou o ensinamento de Jesus, "Se alguém quer ser discípulo meu, que se livre de si mesmo, pegue sua cruz cada dia e que me siga." (Lc 9:23)

São Judas compartilhou seus sofrimentos com o Senhor.

Escutou-lhe dizer, "venham a mim todos vocês que estão cansados de seus trabalhos e cargas, e eu os farei descansar.

Aceitai o jugo que lhes ponho, e aprendam de mim, que sou paciente e de coração humilde; assim encontrarão descanso.

Porque o jugo que lhes ponho é fácil e a carga que lhes dou a levar são leves." (Mt 11:28-30)

São Judas creia que sus sofrimentos estavam unidos aos de Jesus Cristo e, por isso tinham valor redentor.

São Paulo declarou, "Me alegro do que sofro por vocês; porque desta maneira vou completando em meu próprio corpo o que falta dos sofrimentos de Cristo pela Igreja, que é seu corpo." (Col 1:24)

São Judas era humano. Sentia dor como nós.

Mas se acordava do sofrimento de Jesus, seu sentido de abandono na cruz quando gritou, "Deus meu, Deus meu, porque me tem abandonado" (Mt 27:46).

Estas memórias lhe ajudaram a agüentar a dor porque ele sabia que sofria em Comunhão com o Senhor.

Em nossos sofrimentos reflexionamos sobre os de nosso Salvador, Jesus Cristo.

Cuspiram-lhe, foi açoitado, coroado com espinhos e cravado na cruz onde ficou por três horas.

Talvez o sofrimento mais doloroso que atravessou sua coração foi o desprezo de parte dos líderes do povo e o abandono por sus amigos. Sem dúvida, Jesus se manteve fiel até o final quando gritou, "Pai, em tuas mãos encomendo meu espírito." (Lc 23:46)

Oração: São Judas, vós te mantiveste fiel ao Senhor até a morte.

Entregaste tua vida para que outros pudessem viver.

Agüentaste a dor física e o abandono espiritual.

Mas, te alegraste por poder unir teus sofrimentos aos de nosso Salvador Jesus, e assim compartiste na redenção do mundo. Agora te pedimos que intercedas com nosso irmão, Jesus Cristo, para que nós também possamos ser fiéis em nossos sofrimentos.

Ajudai-nos a confiar em Deus e pomos nossas vidas em suas mãos. Amém.

Compromisso: Juntarei todos meus sofrimentos e dores aos de Jesus Cristo para a redenção do mundo e animarei a outra pessoa que está sofrendo.

Quarto dia

São Judas, Campeão de justiça e Paz

Ao acompanhar a Jesus e ao escutar seu ensinamento, São Judas aprendeu como lutar pela justiça e a paz.

O ouviu o sermão da montanha quando Jesus ensinou, "bem aventurados são os que trabalham pela paz, porque serão reconhecidos como Filhos e filhas de Deus. bem aventurados vocês quando por minha causa vos maldigam, vos persigam e lhes levantem toda classe de calúnias.

Alegrem-se e mostrem-se contentes, porque será grande a recompensa que receberam no céu." (Mt 5:9, 11-12)

São Judas escreveu em sua carta, "Lhes rogo que lutem pela fé que uma vez foi entregue aos que pertencem a Deus." (Judas 1:3).

São Judas lutava por tudo o que Jesus tratou de estabelecer.

Como Jesus, São Judas pregava a boa nova aos pobres, proclamou a liberdade aos cativos, restaurou a vista aos cegos, e liberou aos oprimidos. (Lc 4:18)

Às vezes resistimos a vontade do Senhor para lutar pelo reino de justiça e paz.

Tememos a crítica e o conflito; buscamos a comodidade e a conveniência.

São Judas não foi assim. O trabalhou pela justiça com muito entusiasmo porque entendia que sem justiça, não há uma paz verdadeira.

Por seu compromisso ao reino de justiça e paz, São Judas sofreu precisamente como Jesus havia predito, "Vos odiarão a vocês por minha causa " (Mt 10:22) sem dúvida, ele desfrutou da paz que Jesus prometeu na última cena, "Minha paz lhes deixo; minha paz lhes dou, mas não como dão a paz os do mundo." (Jm 14:27)

Oração: São Judas, vós muito valentemente pregaste a palavra de Deus nas situações mais difíceis.

Como Jesus, vós defendestes aos pobres e oprimidos e desafiaste aos ricos e poderosos.

Quando te ameaçaram com a morte, não acudiste a violência ou desespero senão te recordaste das palavras de Jesus sobre a paz e o perdão.

Escuta nossa oração pela paz e justiça no mundo.

Pede ao Senhor que nos dê a valentia para defender o correto.

Ora para que sejamos construtores efetivos da paz como Vós, especialmente onde há guerra e opressão, em nossas comunidades onde há violência e conflito, e em nossas famílias onde há discussões e brigas. Amém.

Compromisso: Prometo levantar a voz e atuar contra a injustiça e trabalhar pela paz onde quer que eu esteja.

Quinto Dia

São Judas, Servidor do povo de Deus

São Judas tinha o privilegio de acompanhar a Jesus diariamente.

Aprendia do Senhor como Deus nos ama e como devemos amar uns aos outros.

Às vezes queremos que outros nos sirvam, que façam o que nós queremos e que atendam a nossas necessidades.

Como São Judas, devemos aprender de Jesus quem disse, "A pessoa entre vocês que queira ser grande, deverá servir aos demais; e a pessoa que queira ser o primeiro, deverá ser seu escravo, como o Filho do povo que não veio para ser servido senão para servir e para dar sua vida como preço pela liberdade de muitos." (Mt 20:26-28)

Na última ceia Jesus mostrou a São Judas e aos outros apóstolos como deveriam servir. Lavou-lhes os pés e logo disse, "Eu lhes dei um exemplo para que vocês façam o mesmo que eu lhes tive feito." (Jm 13:15)

São Judas não buscava um premio por fazer o bem.Mais bem vivia o que Cristo ensinou: "quando já tiverem comprido tudo o que Deus lhes manda, deverão dizer: 'Somos servidores que não fazíamos falta, porque não temos feito mais que cumprir com nossa obrigação'."(Lc 17:10)

São Judas cumpriu os mandamentos ensinados por Jesus como os mais importantes: amar a Deus com todo seu coração, toda sua alma, e toda sua mente, e a sua próximo como a si mesmo (Mt 22:27-40).

Jesus quer que nos amemos como ele nos ama: "assim como eu vos amo a vocês, assim devem amar-se umas pessoas a outras.

Se amarem uns aos outros, todo o mundo se dará conta de que são meus discípulos." (Jm 13:34-35)

Oração: São Judas, ainda que fostes eleito por Jesus como um dos apóstolos, aprendeste a não ser orgulhoso, nem buscar honras ou os lugares mais altos.

Ao contrario, te humilhaste em seu serviço a teus irmãos.

Pedimos que nos ajudes a servir com um coração mais generoso e sacrificar nosso próprio interesse pelo bem de outros.

Intercedei por nós com nosso Cristo crucificado, quem se humilhou na cruz, quem sacrificou sua vida para que nós tenhamos vida. Que o imitemos com uma vida de serviço aos demais, uma vida dedicada e desinteressada. Amém.

Compromisso: Prometo cumprir um serviço aos que o necessitam mais ou aos que não o esperam.

Sexto Dia

São Judas, Reconciliador Compassivo

ainda que foi um apóstolo, São Judas era humano como todos nós, e o perdão não lhe vinha facilmente.

Mas, ele aprendeu de seu Mestre, nosso Senhor, como perdoar. Provavelmente foi surpreendido ao escutar a Jesus dizer, "Amem a seus inimigos e rezem por quem vos perseguem," para que "sejam perfeitos, como seu Pai que está no céu é perfeito." (Mt 5:44, 48).

Como São Paulo, São Judas pregava que não devemos deixar que o sol se ponha sobre nossa ira. (Ef 4:26)

E se temos algo contra alguém, temos que reconciliar-nos com essa pessoa antes de apresentar nossa oferta no altar. (Mt 5:23-24)

Perdoamos as pessoas que nos tem ofendido E quantas vezes devemos perdoa-los Quando Pedro fez a Jesus essa pergunta, talvez São Judas ouviu sua resposta:

"Não te digo até sete vezes, senão até setenta vezes sete." (Mt 18:22)

Quando Jesus ensinava a São Judas e aos outros apóstolos como orar, explicou, "Se perdoam a outros o mal que lhes tem feito, seu Pai que está no céu vos perdoará também a vocês." (Mt 6:14)

Por esta razão rezamos com as palavras que Jesus nos ensinou, "perdoai nossas ofensas como também nós perdoamos aos que nos ofendem."

Oração: São Judas, apóstolo da misericórdia e reconciliação, ajudai-nos a perdoar uns ao outros.

Vós compreendes a profundidade da compaixão de Deus e nossa resistência a perdoar. Vós aprendeste de Jesus, o Filho de Deus, como ser misericordioso.

O lhe ensinou como perdoar aos que lhe perseguirem e lhe deram a morte. Intercede por nós diante de nosso Deus compassivo para que possamos perdoar as pessoas que nos tem ofendido. Ajudai-nos a quitar todo vestígio de ódio, amargura o rancor de nosso coração. Que tenhamos a força de perdoar como Deus nos perdoa. Amém.

Compromisso: Perdoarei a alguém que me tem ofendido e tratarei de reconciliar-me com essa pessoa.

Sétimo Dia

São Judas, pregador da boa Nova do Reino de Deus

Jesus entregou a São Judas e enviou a ele e aos demais as aldeias para pregar a boa Nova e para trabalhar pelo reino de Deus.

Depois da ascensão de Cristo, São Judas se dedicou a continuar a obra do Senhor e se lembrou de sua palavra, "Vão, pois, as gentes de todas as nações, e façam delas meus discípulos;

Batizai no nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, e ensinai a obedecer tudo o que lhes tinha mandado a vocês.

E saibam que eu sempre estarei com vocês até o fim do mundo." (Mt 28:19-20)

Às vezes pensamos que não estamos chamados nem enviados; erroneamente pensamos que não temos nada que oferecer ao mundo ou que nos falta conhecimento ou poder suficiente para mudar as coisas.

Nos ouvimos que pelo batismo recebemos uma luz e fomos encarregados igualmente como São Judas, "vocês são a sal da serra. a luz do mundo. Procurem que sua luz brilhe diante das pessoas para que vendo o bem que vocês fazem, todos adorem a seu Pai que está no céu." (Mt 5:13-16)

São Judas sabia como levar a boa Nova de Jesus a outros.

Aprendeu do Senhor que quando demos de comer aos famintos ou de beber aos que tem sede ou vestimos aos desnudos ou visitamos aos enfermos ou encarcerados, estamos fazendo a Jesus. (Mt 25:31-46)

Valentemente São Judas anunciava a boa Nova do amor de Deus e com entusiasmo pregava a vinda do reino de justiça, paz e amor.

Recordava as palavras de Jesus na última cena: "No mundo, vocês haverão de sofrer, mas terá valor; eu venci ao mundo." (Jm 16:33)

Oração: São Judas, vós deixaste tua casa e viajaste longe para levar a Boa Nova do amor de Deus a todas as nações.

Pregaste com entusiasmo tudo o que havias aprendido pessoalmente das palavras e obras do Senhor Jesus.

Vós valentemente enfrentaste a critica, o refazer o e ao final o martírio.

Pede ao Senhor que envie ao Espírito Santo para que possamos ser fiéis mensageiros do amor, perdão e justiça de Deus a este mundo tão egoísta, violento e injusto.

Ajudai-nos a ser a sal da serra e a luz do mundo pela maneira caritativa e compassiva que fala mos e tratamos aos demais. Amém.

Compromisso: Atuarei segundo minha fé e levarei a boa Nova de Jesus Cristo a outros por minhas palavras, obras e exemplo.

Oitavo Dia

São Judas, advogado em Casos Difíceis

São Judas foi mais que um seguidor de Jesus; era sua primo e amigo. Sua estreita relação com o Senhor não somente mudou sua vida senão que o converteu em um advogado forte para nós.

De Jesus chegou a compreender a profundidade da comPaixão e a força do poder infinito de Deus. Aprendeu a não duvidar da sabedoria de Deus nem desconfiar da misericórdia divina.

São Judas entendia que todos queremos estar perto de Jesus, ser seu amigo, sentir o calor de seu amor, e experimentar seu poder de coração.

São Judas escutou a Jesus dizer, "Eu lhes chamo meus amigos porque lhes tive dado a conhecer tudo o que meu Pai me tem dito.

Vocês não me escolheram a mim, mas sim eu escolhi a vocês e lhes mandei que fosse e dêem muito fruto, e que esse fruto permaneça. Assim o Pai lhes dará tudo o que lhe pedirem em meu nome." (Jm 15:15-16)

Às vezes nos desesperamos do amor de Deus o pelo menos duvidemos que Deus nos ouve. Nos perguntamos: porque estou mal Donde está o Senhor quando o necessito

Viemos a São Judas porque cremos que ele é um homem de comPaixão quem entende que nada é impossível para Deus.

AcreditouCreu no que Jesus lhe havia dito na última cena, "Tudo o que vocês pedirem em meu nome, eu o farei".(Jm 14:14)

O ouviu a Jesus dizer, ".nada é impossível para Deus." (Mc 10:27)

Oração: São Judas, vós éreis o primo irmão e amigo de Jesus.

Ao acompanhar-lhe em suas viagens e vê-lo curar os enfermos, aprendeste a sentir sua comPaixão infinita e a experimentar sua graça salvadora.

Vós crestes que ele tem as palavras da vida eterna e o poder sobre toda enfermidade e a morte.

Intercede por nós agora para que sintamos o carinho de sua amizade, ou calor de sua presença, e o poder curador de seu espírito.

Já que nada é impossível para nosso Deus, pediremos que ele nos cure de toda classe de enfermidade do corpo e da alma. Amém.

Compromisso: Prometo animar a alguém que se encontra em uma situação desesperada.

Nono Dia

São Judas, Fundador da Igreja

Como um dos doze apóstolos, São Judas é um fundador da Igreja de Jesus Cristo. Onde quer que São Judas viajasse, tratou de organizar comunidades nas quais "todos viviam unidos e compartilhavam tudo quanto tinham.repartiam seus bens de acordo com o que cada um necessitava.

Acudiam ao templo com muito entusiasmo e com um mesmo espírito e compartilhavam o pão em suas casas, comendo com alegria e simplicidade." (Atos 2:44-46)

São Judas cria na unidade e igualdade na Igreja.

Como São Paulo, entendia que "todos somos partes do Corpo de Cristo." (1 Cor 12:27).

Porque todos somos iguais em Cristo, São Judas professou com São Paulo que "Não há diferença entre judeu e grego, escravo e livre, homem e mulher, porque unidos a Cristo Jesus, todos somos um só." (Gal 3:28)

Jesus prometeu aos apóstolos enviar seu espírito,o advogado, "para introduzi-los na verdade total." (Jm 16:13).

Em Pentecostes, receberam ao espírito "como um vento forte do céu, "começaram a falar em línguas e realizar maravilhas de cura. (Atos 2:24).

Eles venceram seu medo e pregaram com sabedoria e força.

O Senhor nos chama a todos para ser membros ativos de nossas comunidades paroquiais, compartilhando nossos dons e pondo nossos talentos ao serviço dos demais. Devemos superar nosso medo e egoísmo para reforçar o Corpo de Cristo, que é a Igreja.

Jesus desejava muito que todos fossemos um como ele e seu Pai são um. Que trabalhássemos todos pela unidade e igualdade entre todos em Jesus Cristo.

Oração: São Judas, vós viajaste longe para levar a boa Nova de Jesus Cristo a todas as nações.

Vós reunistes a gente em comunidades de fé para que pudessem viver o evangelho do Senhor, compartilhando suas vidas e recursos, unindo seus corações e mentes em Cristo.

Vós reconhecestes a dignidade de todos, a diversidade de dons, e a igualdade entre todos os Filhos e filhas de Deus.

Intercede com o Senhor para que envie a seu espírito a cada um de nós e aos nossos líderes da Igreja para que possamos formar uma unidade e igualdade entre tanta divisão e discriminação em nossas comunidades eclesiais.

Ajudai-nos a vencer nosso medo o egoísmo para por nossos dons ao serviço de nossas irmãs e irmãos em nossas Igrejas locais. Amém.

Compromisso: Prometo fazer algo para ajudar reforçar a Igreja local, ou seja, minha paróquia.