Orações Católicas

Todas as oraçõesDownload

Novena de Nossa Senhora das Dores II

Ave-Maria Dolorosa

Deus vos salve, Maria, cheia sois de dores;

Jesus crucificado está contigo; digna sois de chorada e compadecida entre todas as mulheres, e digno é de ser chorado e compadecido Jesus, fruto bendito de teu ventre.

Santa Maria, Mãe do Crucificado, dai lágrimas a nós crucificadores de teu Filho, agora e na hora de nossa morte. Amém.

Oferecimento para todos os dias

Oh! Deus meu!

Eu creio, adoro, espero e Vos amo.

Vos peço perdão pelos que não crêem, não adoram, não esperam e não Vos amam.

Oh! Santíssima Trindade, Pai, Filho e Espírito Santo! eu vos adoro profundamente e vos ofereço o preciosíssimo corpo, sangue, alma e Divindade e de nosso Senhor Jesus Cristo, presente em todos os tabernáculos do mundo, em reparação dos ultrajes com que Ele é ofendido;

E pelos méritos infinitos de seu Santíssimo Coração e intercessão do Imaculado Coração de Maria, Vos peço a conversão dos pecadores.

Oração Inicial

Oh! Virgem, a mais dolorosa do mundo depois de teu Filho, a cujas dores estiveste perpetuamente associada:

Vos rogo que me alcances fortaleza para sofrer por meus pecados, como Vós sofrestes pelos nossos, a fim de que, crucificando minhas paixões e concupiscências na cruz de Cristo, levando a cruz de meu dever pelo caminho de minha vida, caminhando em direção ao Senhor e perseverando constantemente a teu lado.

Oh! Mãe minha, ao pé da cruz de teu Filho, viva sempre e morra contigo, redimido e santificado pelo Sangue preciosíssimo de nosso Redentor.

Também vos peço, por tuas dores, que ouças meu pedido nesta Novena e, se convém, me concedas.

Oração final para todos os dias.

Lembrai-vos, Virgem Mãe de Deus, quando estiverdes na presença do Senhor, de falar em favor nosso e que aparte sua indignação de nós.

Oh! Santíssima Mãe, faz-me esta graça:

Fixai em meu coração com eficácia as Chagas de Jesus crucificado.

Fazei que de Cristo em mim leve a morte, que participe de sua Paixão e sorte e medite em suas Chagas.

Para que não arda nos eternos fogos, defendei-me Vós, Oh! Virgem, com teus rogos, no dia do juízo.

E Vós, Oh! Cristo, ao sair eu desta vida, por tua Mãe querida, fazei que chegue a palma de vitória.

Quando meu corpo morra, que minha alma adquira do paraíso a glória.

Rezar três Ave-Maria.

Rogai por nós, Virgem dolorosíssima, que estivestes constantemente junto a cruz de Jesus Cristo.

Nossa Senhora da boa Morte, rogai por nós.

Oremos:

Te rogamos, Senhor nosso Jesus Cristo, que interceda ante tua Clemência a bem-aventurada Virgem Maria tua Mãe, cuja alma foi atravessada pela espada de dor na hora de tua Paixão.

O pedimos por ti, Oh! Jesus Cristo, Salvador do mundo, que vives e reinas com o Pai e o Espírito Santo pelos séculos dos séculos. Amém.

São José, rogai por nós.

Primeiro Dia

Oh! Virgem dolorosa, sendo Vós árvore florido, fostes tão aflita, e eu árvore seca e inútil, quero viver sossegado e sou impaciente de toda moléstia e adversidade.

Vos rogo me concedas espírito de penitência, humildade e mortificação cristã para imitar a Vós e a teu amado Filho, crucificado por mim.

Segundo Dia

Oh! Virgem dolorosa, pela dor que sofrestes quando o ancião Simão vos profetizou as contradições com que o mundo havia de perseguir a teu Filho, vos suplico não permitas que eu me encontre entre os mundanos inimigos de teu Filho, senão entre os que professam docilmente sua doutrina e a refleta em seus costumes verdadeiramente cristãs, para que seja também daqueles a quem Ele será ressurreição e vida.

Terceiro Dia

Oh! Virgem dolorosa, pela dor que tiveste quando o soberbo e ambicioso Herodes quis dar morte a teu Filho, que vinha a dar-nos vida, livrai-me de toda ambição e soberba e, em vez desalojar de meu lado a teu Filho, Ele chame a mim, e, deponha todos os meus interesses, Ele venha a reinar sobre mim, sendo eu seu vassalo fiel e obediente, para reinar com Ele na glória.

Quarto dia

Oh! Virgem dolorosa, pela dor que sofrestes quando perdeste a teu Filho em Jerusalém e estiveste três dias buscando-o, vos suplico que nunca eu o perca pelo pecado e que, se o perco, o busque com arrependimento, e buscando-o, o ache com a sincera confissão no templo e o conserve com a verdadeira religião.

Quinto Dia

Oh! Virgem dolorosa, pela dor que tiveste quando pelo vale da amargura acompanhaste a teu Filho até o Calvário, fazei que eu também o acompanhe, levando a cruz que sua providencia me tem dado, com humilde paciência e digna constância, sofrendo bem todas as molestias que venham de meus próximos.

Sexto Dia

Oh! Virgem dolorosa, pela dor que tiveste quando viste a Jesus cravado na cruz, concedei-me que eu me aproveite dos frutos de sua Paixão, que seja um cristão verdadeiro, crucificado com Cristo, e que considere como uma honra o padecer e sofrer algo por ser cristão e praticar as virtudes cristãs.

Sétimo Dia

Oh! Virgem dolorosa, pela dor que sofrestes ao receber a teu Filho morto e baixado da cruz, vos suplico me alcances o perdão de minhas culpas, que foram a causa de sua morte, e que suas feridas se gravem profundamente em minha memória e meu coração, como testemunho de seu amor, para que o ame até a morte.

Oitavo Dia

Oh! Virgem dolorosa, pela dor com que acompanhaste a teu Filho a sepultura e ali o deixastes sepultado, concedei-me que eu morra com os auxílios da Religião e seja sepultado entre os fiéis cristãos com Cristo, para que, no dia do juízo, mereça ressuscitar com os verdadeiros cristãos e ser levado a direita de Cristo.

Nono Dia

Oh! Virgem dolorosa, Concedei-me que assim como Vós, por tuas dores, recebes grande glória no céu e triunfas ali como rainha gloriosa dos mártires, assim eu também, depois de uma vida mortificada com Cristo, mereça viver eternamente na glória, com Cristo.

Concedei-me, Oh! rainha dos mártires, viver na cruz com paciência, morrer na cruz com esperança e reinar pela cruz com glória.