Explicação do terço

Palavras de Jesus: "As almas que rezarem este terço serão envolvidas pela minha misericórdia, durante a sua vida e, de modo particular, na hora da morte".

"Quando recitam esse terço junto a um agonizante, aplaca-se a ira de Deus, a misericórdia insondável envolve a alma..."

"Filha minha, anima as almas a rezarem o terço que vos dei.

Pela recitação deste terço me agrada conceder tudo o que me peçam.

Os sacerdotes o recomendarão aos pecadores como última tábua de salvação.

Até o pecador mais obstinado, se rezar uma só vez o terço, receberá graça de minha misericórdia infinita.

Rezado ao lado dos agonizantes, me porei entre o Pai e a alma moribunda, não como justo juiz, mas sim como Salvador Misericordioso".

Escreve isto para as almas aflitas:

Quando a alma vê e reconhece a gravidade de seus pecados, quando se descobre ante seus olhos todo o abismo de miséria em que tem caído, não se desespere mas que se aloje com confiança nos braços de minha misericórdia, como um menino entre os braços de sua mãe amadíssima".

Terço da Divina Misericórdia

Início:

Pai-Nosso, Ave-Maria, Creio

Nas contas grandes:

Eterno Pai, eu vos ofereço o Corpo, Sangue, Alma e Divindade de vosso diletíssimo Filho, Nosso Senhor Jesus Cristo, em expiação de nossos pecados e os do mundo inteiro.

Nas contas pequenas:

Pela sua dolorosa Paixão, tende misericórdia de nós e do mundo inteiro.

Ao final do terço: três vezes

"Deus Santo, Deus Forte, Deus Imortal, tende piedade de nós e do mundo inteiro."